Radio Hertz 98 92

  • Radios Online| en vivo

Radio Hertz 98 92 Radio

Radio Hertz, Radio Radio Hertz ouvir rádios online grátis Portugal


Adicione ao seu site.

Antes de os carros ficarem em fila, os mecânicos da McLaren descobrem um vazamento e tentam consertar, mas o tempo está acabando. O colega de equipe Denis Hulme representará a McLaren. Dan Gurney, na segunda fila, será a maior ameaça. A pista está liberada para a volta no percurso de km, sem o McLaren. Depois os americanos viram Bruce fazer algo especial. O McLaren sai e acelera. É difícil fazer uma corrida de recuperação. McLaren está a quase uma volta atrás quando dão a bandeira verde. Bruce McLaren está segundos atrasado. Denis Hulme, na McLaren número , está na frente de Gurney na traiçoeira descida da curva dois. McLaren sai da curva e acelera para a reta de chegada. Hulme e Gurney estão num ritmo intenso. McLaren heroicamente acelera, reduzindo a distância dos últimos lugares. McLaren alcança o último colocado, Nat Adams, e sinaliza para Fred Pipin deixá-lo passar. McLaren conquista cinco posições em apenas cinco voltas. McLaren escolhe qualquer trajeto, pilotando com uma ousadia rara. Brett Lunger bate no muro de proteção, há destroços na pista. Gurney e o sensacional Bruce McLaren brigam pelo segundo lugar. McLaren faz a sua tentativa na reta. Mas Gurney fecha a porta. McLaren agora é o segundo. O chefe da equipe da McLaren, Tyler Alexander, parece feliz, não acha? Hulme está com problemas. A lataria do carro foi danificada. McLaren reduz a diferença. Hulme continua, mas a roda está presa. Incrivelmente, Denny vence. Bruce aparece para fazer uma sensacional dobradinha da McLaren. Todos os pilotos de corrida gostam da oportunidade, ás vezes, de poderem vir desde de trás da pista. Mesmo Bruce tentando relaxar, ele adorava competir e pilotar. E era bom nisso. Bruce precisava de outro piloto na Fórmula . Era óbvio que Bruce e Denny se davam muito bem. Eram neozelandeses conquistando o mundo. Denny estava com um pé de cada lado. Pilotava com Jack Brabham na Fórmula . Denny foi o campeão mundial da Fórmula . Bruce foi o campeão da Can-Am, Denny ficou em segundo. E cada vez ficávamos mais fortes juntos. Bruce decidiu que eu poderia fazer parte na nova equipe dele da Fórmula . É lindo. Não gosto da inclinação. Eu gosto. Estou com você. Mas você precisa agradar aos fãs. O carro de Fórmula estava projetado. O M. Robin Herd projetou a chassi. Desde o princípio, o carro foi um sucesso. Estávamos começando a causar boa impressão. E em , Bruce fez história em Spa. SPA, BÉLGICA GRANDE PRÊMIO DA BÉLGICA, Spa é um trajeto muito grande e veloz. O consumo de combustível é fundamental. Spa era meio como Mônaco. Às vezes, só três carros chegavam até o fim. Denny era muito competitivo. De cara, ficou em segundo. Bruce estava em to ou quinto, subindo de posição. Denny assumiu a liderança e depois foi para os boxes. Pit stop. O que houve? O eixo de transmissão derreteu a caixa de câmbio. Mas o carro de Bruce ia muito bem. Perto do fim da corrida, ele já estava em segundo, atrás de Jackie Stewart. Tyler estava com a placa para Bruce, acenando freneticamente, dizendo para acelerar, porque tinha chance de alcançar Jackie. Na última volta, sem Bruce saber, o carro de Jackie Stewart parou por falta de combustível. Mas ele não viu Jackie sair e cruzou a linha de chegada. Até onde Bruce sabia, ele era o segundo colocado, e tentávamos dizer: “Você venceu! Você venceu a corrida!” Eu achei fantástico. Absolutamente fantástico. Ele merecia. Bruce venceu o Grande Prêmio da F em um carro projetado e produzido por ele, com o nome dele, e isso foi um grande progresso para a equipe. É muito apropriado que a primeira vitória da McLaren na Fórmula tenha sido com Bruce McLaren ao volante. E era a segunda vez na história que um piloto vencia o Grande Prêmio com o nome dele no carro. E nunca mais aconteceu. Eu disse ao Bruce: “Quando começamos aqui, há oito ou nove anos, e sonhamos em fazer algo nosso, não sabíamos quanto tempo demoraria e quando conseguiríamos, mas conseguimos. Em um beco sem saída, bem abaixo da rota de voo do aeroporto de Londres, fica uma das mais bem-sucedidas áreas do automobilismo britânico. David Road era uma zona industrial inglesa simples. Na época, para nós, parecia formidável, mas, a cada segundos, um avião voava sobre nós. Se estivesse ao telefone, tinha que parar de falar, dizendo: “tem de esperar segundos, enquanto o prédio vibra.” A fábrica ser perto do aeroporto era bom para Bruce, que estava sempre voando. Ele podia sair do aeroporto, pegar a David Road, ter algumas reuniões e voltar ao avião em minutos. Bruce e Denny passavam muito tempo em aviões, cruzando o Atlântico. Os pilotos, Bruce e Denny, se dividiam entre um fim de semana em Can-Am e um na Fórmula na Europa. Voavam na quinta-feira, porque o jet lag era horrível entre a Inglaterra e os EUA. Corríamos na ta, no sábado era treino classificatório, e a corrida no domingo. A McLaren ganhou mais de mil dólares em prêmios pela série. Bruce devia ser viciado em trabalho. Ele sentia a necessidade de ficar ocupado. Não sei quando ele dormia. Bruce também fez grandes planos para produzir carros comuns e para viagem. Eu me lembro do protótipo do coupé que ele construiu. Estávamos na Inglaterra, nos preparando para entregar o próximo McLaren. No escritório, ele mostrou o modelo que estava lá do GT que ele queria construir, porque era o sonho dele. No futuro, queria fazer carros de passeio. Estamos pensando nisso. Espero que seja possível, eventualmente. Esse carro de passeio era o bebê de Bruce. BUZINA FARÓIS LIMPA PARA-BRISAS Todos os vizinhos saíram e ele tentou discretamente tirá-lo da garagem. Eu o dirigi bem rápido, e queria exibi-lo em festas. CARROS McLAREN É um ano muito competitivo. Os carros são muito similares. As voltas têm diferença de décimos de segundo. Isso faz você trabalhar. Os carros estavam cada vez mais potentes, e os designers tentavam encontrar um jeito de dar sustentação para manter os carros na pista, principalmente nas curvas rápidas. E OS carros começaram a ganhar asas. Aerofólio. Suporte na traseira do carro, algo na frente para equilibrar, para dar mais sustentação e aderência. A aerodinâmica evoluiu bastante desde a época em que colocávamos uma asa em uma minivan

  • radios

Radio Online Portugal