Popular FM 90.9

  • Radios Online| en vivo

Popular FM 90.9 Radio

Popular FM, Radio Popular FM ouvir rádios online grátis Portugal


Adicione ao seu site.

Há anos, o automobilismo é popular na Nova Zelândia, atraindo pilotos que gostam de emoção e mecânicos que gostam de criar. Há clubes de carro por todo o país, e, mesmo o prêmio sendo pequeno, a quantia que gastam nos veículos não é. O dinheiro e os nomes do automobilismo estão ao norte, em Auckland, nossa maior cidade. O Grande Prêmio Internacional da Nova Zelândia ocorre em janeiro. No verão, muitas coisas atraíam os pilotos do hemisfério Norte para a Nova Zelândia. Não acontecia muita coisa no norte, no inverno. A Nova Zelândia era o lugar perfeito para tomar sol, esqui aquático e garotas. Os pilotos do Grande Prêmio desfrutam do verão com amigos. Alguns vieram do outro lado do mundo para a grande corrida. Arnold Glass, perito em esqui aquático, explica o esporte aos pilotos. Um dos ingleses tem outros interesses em mente, e o único pupilo de Arnold é o neozelandês Bruce McLaren. Após muitos esforços, Bruce continua no automobilismo. Disse que é mais seguro. Na Nova Zelândia, Bruce conheceu uma garota de Timaru. Eu me lembro de quando Bruce conheceu Patty, ela tinha se tornado Miss Caroline Bay. Nos conhecemos num baile. Fui para casa com uma amiga, e ele disse que queria me ver de novo. Ele só ficou alguns dias, depois foi embora, e mantivemos contato. Eu tinha anos. Eu sempre dizia que namoramos por carta. Antes de ficamos noivos, nos vimos umas seis vezes. Sempre gostei de morenos de olhos castanhos. Ele podia ser um pouco mais alto. Bruce sempre nos convidava para jantar na casa dele, ás vezes com pessoas que não eram do automobilismo. A conversa acabava com lápis e papel. No fundo, Bruce era engenheiro. Ele fazia modelos de madeira de balsa, varas e cordas, e fazia testes de torção na mesa da cozinha. Voltava na manhã seguinte, e mostrava o que tinha desenhado e construído. Bruce e Jack conversaram sobre a vida depois da Cooper. Tínhamos a tempestade perfeita. Os dois pilotos da equipe não eram só pilotos fantásticos, mas também eram capazes de projetar um carro de corrida vencedor. Jack Brabham deixou a equipe da Cooper no final de e começou a construir seus próprios carros. O engenheiro dentro de Bruce deve ter pensado: “Preciso muito fazer isso um dia.” Como foi, Bruce? Deu tudo certo, John. Fora frear um pouco demais atrás, foi quase perfeito. Monte Carlo era mágico. O festival de cinema era uma semana antes, e todas as estrelas ficavam lá. Era estupendo. Viajávamos todos juntos, com os pilotos, parando em algum motel. Nos divertíamos muito viajando juntos. Naquela época, todos os pilotos eram amigos, mas também eram adversários determinados. Agora Bruce era o principal piloto da Cooper. Havia muita pressão. GRANDE PRÊMIO DE MÔNACO, Os grandes pilotos estavam lá. Jimmy Clark e Graham Hill. Na fila da frente do grid, estava Bruce. Cinco, quatro, três, dois, um. Vão! Graham Hill. Vejam aquilo. Era Willy Mairesse, com a Ferrari. Era Mônaco. O piloto que termina Mônaco está no meu livro de heróis. Era uma verdadeira prova de resistência. Eram hmin, umas . mudanças de marcha, era duro nos freios e no volante. Bruce era o líder, seguido por Phil Hill em uma Ferrari. Phil Hill estava logo atrás de Bruce. Todos na Cooper estavam meio nervosos. É a última reta, Bruce McLaren vence o ° Grande Prêmio de Monte Carlo por dois segundos. Todos estavam eufóricos. Provavelmente, John Cooper mais do que os outros. Segundo Bruce me disse mais tarde: “Phil Hill pode ter me alcançado, mas ele nunca me ultrapassaria. Nunca.” O pessoal da Cooper ficou empolgado com o resultado em Mônaco. Nem preciso dizer, amigos, que Patty adorou conhecer a realeza. Grace e Rainier deram uma festa. Fiquei vidrada nas esmeraldas. O colar, os brincos, a pulseira, o anel. Foi fabuloso. Bruce McLaren já era famoso. Mundialmente conhecido, o mais jovem vencedor do Grande Prêmio da época. Bruce McLaren, Jim Clark, Innes Ireland, os ases da corrida Radios Bruce era uma estrela. Nos divertíamos muito viajando juntos. Tempo Radios Nossa vida é o tempo, e as batidas do coração são os segundos. Podemos fazer o que for, mas nossa preocupação com o tempo é constante. Não existe velocidade para os melhores pilotos de corrida. Sua mente sincroniza completamente com os elementos com que compete, e um deles é a velocidade. Há o elemento do perigo, mas Bruce era muito cuidadoso. Mas, infelizmente, o automobilismo tem tragédias. Ao longo dos anos, Bruce viu vários amigos morrerem. Lidamos com seres humanos, os carros são montados por pessoas, então podem quebrar. Pessoas os dirigem, então podem cometer erros. Sempre que entram num carro, os pilotos sabem que pode acontecer. Pode parecer cruel, mas, se vai continuar correndo, pensar em acidentes é ruim. BRUCE McLAREN “DO COCKPIT”, É melhor tentar esquecer o quanto antes. Tudo está em câmera lenta, você tem muito tempo para frear, muito tempo para mudar de direção. A velocidade só acontece quando você sofre um acidente. É Bruce McLaren, o piloto que se feriu em Nürburgring hoje. Ele sofreu um acidente em alta velocidade em Nürburgring. Bruce disse que só se lembrava de acordar no hospital. Prometi que desistiria do automobilismo se sofresse um acidente grave. Mas eu me v¡ pensado: “Ainda Não.” Eu queria começar algo grande. Ter minha própria empresa. Bruce estava se preparando para o futuro. Bruce foi um ótimo aluno na universidade que a Cooper foi. Ele tinha um apetite voraz por informação. Uma curiosidade ardente e inteligência. Ele sabia pensar grande. SIGA O CIRCO Quando Jack Brabham saiu, ficou óbvio que a Cooper não queria os pilotos envolvidos em design, nem nos esboços. E essa era a paixão de Bruce. Bruce, como engenheiro, via que os dias de glória da Cooper já tinham passado. Este foi o começo do plano dele para montar a própria equipe. Jack disse: “É difícil, mas se quiser, corra atrás.” Acho que a primeira coisa que fiz por Bruce, além de Radios Eu o pintei várias vezes vendendo corridas, claro. Mas ele me pediu para fazer um emblema para a nova equipe McLaren. Eu me lembrei desse livro de contabilidade antigo. Está escrito: “Desenhar um emblema para Bruce McLaren Motor Racing Limited. Para usar em corridas de carro, transporte, papel timbrado e crachá.

  • radios

Radio Online Portugal